Turismo religioso em Portugal os 10 melhores destinos

O Turismo religioso em Portugal, como noutros países, está limitado ao calendário e tem como intuito a crença, pelo que se distingue de outros segmentos do turismo.

Em Portugal, cerca de 75% do património é de origem religiosa, e segundo a Confederação do Turismo Português, em 2010, o turismo religioso em Portugal foi responsável por 700 milhões de euros, embora não hajam dados oficiais.

Mas o que realmente queremos não é falar em estatísticas mas sim que visite o que Portugal tem de melhor para lhe oferecer no que diz respeito ao turismo religioso. Comecemos então pelo norte…

O Santuário do Bom Jesus em Braga

Turismo religioso em Portugal - Santuário do Bom Jesus em Braga
Santuário do Bom Jesus em Braga

O Santuário do Bom Jesus em Braga surge na lista dos locais religiosos mais visitados depois de Fátima. Rodeado por uma densa vegetação, ao visitar este local sozinho ou em família, contará sempre com uma visita agradável. Tem as míticas escadas que são uma das atrações. Todo o espaço envolvente é natural e intemporal.

Santuário do São Bento da Porta Aberta

No Gerês, mais propriamente em Terras de Bouro, para além de poder conhecer um pedaço do Parque Natural do Gerês ficará ainda muito surpreendido com o imponente Santuário do São Bento da Porta Aberta. Lugar que vale sempre a pena visitar quer pela sua grandiosidade quer pela envolvência.

Santuário do São Bento da Porta Aberta - www.sbento.pt
Santuário do São Bento da Porta Aberta – www.sbento.pt

Pode optar por uma visita guiada se pretende ficar a conhecer todos os detalhes do São Bento da Porta Aberta. A visita dura cerca de uma hora, e durante esse tempo um guia irá descrever quem foi São Bento e qual a origem deste santuário, um dos mais visitado de Portugal.

Igreja de Santa Luzia, em Viana do Castelo

Ainda a norte de Portugal, é imperdoável não conhecer a Igreja de Santa Luzia, em Viana do Castelo. Erigida no alto da cidade, com uma vista soberba, este local religioso é grandioso e de uma beleza incontornável.

Igreja de Santa Luzia, em Viana do Castelo
Igreja de Santa Luzia, em Viana do Castelo – Wikimedia Commons

Quer para quem visita Viana do Castelo quer para os seus habitantes, subir o monte de Santa Luzia é sinal de devoção e simultaneamente uma experiência sempre diferente no que diz respeito ao turismo religioso em Portugal.

Igreja de São Gonçalo, em Amarante

Com o rio Tâmega a seus pés, a Igreja de São Gonçalo, em Amarante vai fazê-lo apreciar cada canto e cada escultura. Com uma beleza muito própria e com uma envolvência muito melancólica é sempre um passeio muito agradável.

Igreja de São Gonçalo, em Amarante
Igreja de São Gonçalo, em Amarante

Mosteiro de Alcobaça

No centro do país, o Mosteiro de Alcobaça é um dos mais reconhecidos monumentos religiosos. Mas esta arquitetura religiosa não satisfaz apenas com uma visita rápida, é necessário uma vista pormenorizada ao interior. Com uma arquitetura única e imponente, pode sempre reservar um dia com a família e percorrer cada pedaço de história entranhado neste local.

Pixabay
Mosteiro de Alcobaça

O Santuário de Fátima, em Leiria

O Santuário de Fátima, em Leiria,  é o principal destino do turismo religioso em Portugal. Lugar de devoção, ao entrar no recinto logo se sentirá envolvido por toda a crença que por lá paira. Com cerca de cinco milhões de visitantes por ano, em Fátima encontrará inúmeros hotéis, restaurantes e cafés para que possam aproveitar da melhor forma a estada.

Pixabay
Santuário de Fátima

Convento de Cristo em Tomar

Outro local a não perder é Tomar, cidade de grande encanto, rica em história e cultura. Um dos locais que vale a pena visitar é o Convento de Cristo. Conforme vai percorrendo cada canto do convento vai descobrindo algumas preciosidades, como o portal renascentista, a Janela Manuelina, a arquitetura do Claustro Principal e muitos outros pormenores.

Convento de Cristo em Tomar
Convento de Cristo em Tomar – Wikimedia Commons

A Ordem dos Templários é extinta a 22 de Março de 1312 pelo Papa Clemente V, porém, o processo de extinção teve um desfecho bem diferente em Portugal.

O rei D. Dinis logra manter os cavaleiros e os bens dos Templários, sob o nome de uma nova ordem de cavalaria circunscrita ao seu Reino: a Ordem de Cristo. O Convento de Cristo é o símbolo da fantástica história dos templários em Portugal .

Santuário de Nossa Senhora dos Remédios em Lamego

Ainda no centro mas um pouco mais acima, em Lamego, o Santuário de Nossa Senhora dos Remédios vai levá-lo a um local religioso mas também levá-lo a fazer um pouco de exercício! A subida para a Igreja tem cerca de 700 degraus, por isso usufrua do dia para conhecer o local, apreciar as vistas e embrenhar-se nos jardins que envolvem a escadaria.

Santuário de Nossa Senhora dos Remédios  em Lamego
Santuário de Nossa Senhora dos Remédios em Lamego

Palácio/Convento de Mafra

De uma dimensão única, o Palácio de Mafra caracteriza-se pela sua grandiosidade, riqueza e magnificência. Ao olhar o palácio de frente, o visitante irá observar que bem no centro, encontra-se uma igreja. Este local religioso encanta pela mistura de imponência e delicadeza. As cores no interior do santuário ajudam a suavizar o ambiente.

Palácio e Convento de Mafra
Palácio e Convento de Mafra – Wikipédia

Foi concebido inicialmente como um pequeno convento para 13 frades, mas ao longo do tempo foi sofrendo sucessivos alargamentos. Atualmente é um imenso edifício de cerca de 40.000 m2, com todas as dependências e pertences necessários à vida quotidiana de 300 frades da Ordem de S. Francisco.

Mosteiro dos Jerónimos

Incontornável será ir a Lisboa e nunca ter visitado o Mosteiro dos Jerónimos. De estilo Manuelino, de uma imponente fachada e com uma localização invejável, este espaço é Património Mundial da UNESCO e um dos pontos turísticos mais visitados em Portugal.

Pixabay
Mosteiro do Jerónimos

Outros locais ligados à religião com um número significativo de visitantes e que não deverá perder são: o Santuário da Senhora da Penha, em Guimarães, o Mosteiro da Batalha e Vila Viçosa (Alentejo).



Deixar uma resposta