De vinhos da Estremadura a vinhos de Lisboa

A Região da Estremadura Portuguesa, denominada agora como região de Lisboa, é uma zona ampla … Ler mais

A Região da Estremadura Portuguesa, denominada agora como região de Lisboa, é uma zona ampla e de diversidade. Quando nos referimos a ampla e diversa aplicamos estes termos às regiões que a estremadura divide e a diversidade manifesta-se com a diferenciação de solos, de castas, de exposição, de ventos, da riqueza alcoólica, a acidez, a estrutura, e o aroma. Aqui encontrará vários grupos vinhateiros que integram essa diversidade, tais como o vinho com denominação de origem, vinho regional, vinho licoroso, vinho leve, vinho de mesa, aguardente vínica, aguardente bagaceira ou espumante.

Os vinhos desta região são reconhecidos nacionalmente, mas nem sempre se verificou isso. A seleção de castas, a melhoria tecnológica ou o esforço do viticultor, foram pedras base para se atingir a situação atual, colocando os vinhos da Estremadura num patamar qualitativo meritório e que vem dar confirmação à continuidade vitivinícola da região.

Vinhas do Oeste (Torres Vedras)
Vinhas do Oeste (Torres Vedras)

A região de Lisboa é constituída por nove denominações ou sub-regiões, tais como: Colares, Carcavelos e Bucelas (próximo de Lisboa), Alenquer, Arruda, Torres Vedras, Lourinhã e Óbidos (no centro da região) e Encostas d’Aire. A  região produz uma grande variedade de vinhos a partir das castas brancas mais tradicionais como a Arinto, a Fernão Pires, a Malvasia, a Seara Nova e a Vital. Entre as tintas, destacam-se a Aragonez, a Castelão, a Tinta Miúda, a Touriga Franca, a Touriga Nacional e a Trincadeira.

Loja/exposiçao de vinhos da Bacalhôa Buddhas Eden
Loja/exposição de vinhos da Bacalhôa Buddhas Eden

Zona repleta de turismo e de quintas de enoturismo que poderá e deverá conhecer. Falamos-lhe do vinho da Bacalhôa ou o JP, provenientes da quinta Bacalhôa Buddha Eden.

Toda a região é contornada pelo Oceano Atlântico e pelas magníficas praias do Oeste, a paisagem é marcada tanto pela serra  como pelo mar, e pelos campos cultivados com vinha e árvores de fruto, visto que o Oeste é uma das maiores regiões produtoras de fruta. Deixámos-lhe aqui algumas das rotas existentes pela zona para que a possa explorar.