Pertencente ao Parque nacional da Peneda-Gerês, Castro Laboreiro é um local de importância em Portugal, quer pela sua história, tradições e pelos costumes.

Uma das 7 Maravilhas Naturais de Portugal (eleita em 2010), este local é reconhecido pela raça do cão tipicamente português com o mesmo nome da aldeia. Contudo, este local remoto é ainda referenciado pela natureza, graças à Reserva do lobo ibérico e refúgio dos cavalos garranos que tanto atrai os turistas.

Local de passagem obrigatória a quando de uma visita ao Gerês, Castro Laboreiro é sitio de regresso às origens e de desfrute do melhor que a natureza e vida selvagem em Portugal tem para lhe presentear.

Situada a noroeste do território nacional, mesmo no término do distrito de Viana do Castelo, no concelho de Melgaço, Castro Laboreiro ergue-se em plena serra da Peneda, local invernoso e acidentado.

Castro Laboreiro - Panorâmica

Castro Laboreiro – Foto de Pedro Carvalho

Toda a aldeia tem aspetos bastante marcantes de religião, havendo capelas em muitos lugares da freguesia, a Igreja Matriz, o Pelourinho, datado do século XVI, igrejas medievais, os fornos comunitários, os espigueiros e os moinhos, testemunhos da cultura castreja (cultura associada ao séc. VI a.c. e com predominância no noroeste de Península Ibérica).

Dedicados ao pastoreio e ao gado, têm ainda na raça de cão Castro Laboreiro mais uma manifestação dessa forma de vida, património dessa cultura. O facto das condições climáticas serem adversas fez com que a produção e desenvolvimento desta aldeia diminuíssem, e consecutivamente a sua população também.

Atividades em Castro Laboreiro

Canyoning em Castro Laboreiro

Canyoning em Castro Laboreiro – Foto de Jeff Souville

Em família, a dois ou com um grupo de amigos, a oportunidade de desfrutar de atividades radicais mas em segurança, é o que Castro Laboreiro tem para si. Através da empresa Montes de Laboreiro, conseguirá apreciar o património natural da região, divertir-se e quebrar a monotonia. Os preços variam e as atividades também, portanto não perca a oportunidade de se regalar com atividades tão únicas como as que lhe são oferecidas.

Outrora abordamos a beleza natural do Gerês, onde igualmente enumeramos locais de repasto e de estada. Nunca são demais relembrar para que ao planear a sua visita possa ter uma opção de escolha bem mais variada.

Relativamente à oferta gastronómica, “os pratos típicos incluem carne de cabrito, bifes de presunto, enchidos, broa de centeio e broa milha. Há ainda dois doces típicos: o bucho doce e a sopa seca de pão duro”.  (Aldeias de Portugal)