Aldeias Históricas de Portugal

“Perdidas” no centro do País, quase como que uma ironia, as Aldeias Históricas de Portugal definiram noutros tempos aquilo são hoje os limites do país.

As Aldeias Históricas de Portugal

Algumas das Aldeias Históricas de Portugal, a maior parte, destacam-se pela sua arquitectura militar, são maioritariamente aldeias fortificadas. Outras destacam-se pela peculiaridade das construções e pela riqueza histórica e cultural. Todas elas são pontos de referência no turismo nacional. Comecemos então a nossa viagem…

Almeida

A Vila de Almeida, no distrito da Guarda, destaca-se pela sua fortaleza em forma de estrela. É um dos mais espectaculares e bem conservados sistemas defensivos abaluartados do século XVII da Europa.

A Praça-Forte de Almeida é candidata à categoria de Património Mundial da UNESCO.

Estrela de Almeida - Praça forte de Almeida

Estrela de Almeida – Praça forte de Almeida

A gastronomia é rica e variada. Experimente a burzigada, o “Coelho à Caçador”, o “Arroz de Lebre” e a salada de Meruges.

Belmonte

A vila de Belmonte é sede de um Concelho quase tão antigo como a nacionalidade portuguesa. Recebeu o foral das mãos de D. Sancho I, em 1199.

A Terra de Pedro Álvares Cabral, está situada em plena Cova da Beira no Monte da Esperança, antigos Montes Crestados.

Castelo de Belmonte - Aldeias Históricas de Portugal

Castelo de Belmonte – Aldeias Históricas de Portugal

O Castelo de Belmonte foi construído nos finais do séc. XII e é um dos ex-libris do concelho, juntamente com o Museu dos Descobrimentos, com o Museu Judaico e com a Torre de Centum Cellas.

A vista sobre a Serra da Estrela é simplesmente deslumbrante.

Castelo Mendo

Esta freguesia do Concelho de Almeida foi entre 1229 e 1855 sede de Concelho.

Aqui o Castelo de Castelo Mendo é rei. A fortificação ergue-se sobranceiramente a mais de 700 metros sobre o Rio côa. Castelo Mendo recebeu o Foral das mãos de D.Sancho II.

A Aldeia Histórica de Castelo Mendo foi classificada como Imóvel de Interesse Público em 1984.

Castelo Novo

Em Castelo Novo estão guardados há mais de 800 anos, nas paredes do seu imponente castelo, segredos e histórias fantásticas. Herança dos templários.

O misticismo é evidente quando percorremos as ruas e ruelas da aldeia. Quase como uma tela medieval com pinceladas de manuelino e barroco.

A existência do castelo de Castelo Novo será anterior ao início do século XIII.

Castelo Rodrigo

A Aldeia Histórica de Castelo Rodrigo foi, noutros tempos, um dos mais importantes lugares estratégicos do País, servindo de linha avançada na defesa do Reino de Portugal.

por Malcolm Payne - Igreja Matriz de Castelo Rodrigo - Aldeias Históricas de Portugal

por Malcolm Payne – Igreja Matriz de Castelo Rodrigo – Aldeias Históricas de Portugal

Foi sede de concelho até aos finais dos séc. XIX.

Destaca-se entre o vasto património desta freguesia do Concelho de Figueira de Castelo rodrigo a Igreja Matriz do séc. XIII, o Palácio de Cristóvão de Moura e a Cisterna Medieval.

Idanha a Velha

Esta pitoresca aldeia ergue-se sobre as ruínas de uma antiga cidade Romana do séc. I A.C.

Apesar de grande parte dos elementos romanos mais importantes terem sido destruídos no século V pelos Suevos, restam ainda vestígios arqueológicos que tornam Idanha a Velha num lugar de destaque no que diz respeito à arqueologia nacional.

Linhares da beira

Plantada a cerca de 800 metros de altitude, nas faldas da Serra da Estrela, encontramos a lindíssima e bem conservada Aldeia histórica de de Linhares da Beira.

Castelo de Linhares da Beira - Aldeias Históricas de Portugal

Castelo de Linhares da Beira – Aldeias Históricas de Portugal

Foi conquistada aos mouros por D. Afonso henriques que lhe concedeu foral em setembro de 1169.

O castelo de Linhares da Beira domina a vista cheia de paisagens bucólicas. É local de eleição para a prática do parapente.

Marialva

“Em tempos imemoriais, vivia na vila, num lindo edifício com duas altaneiras torres, uma esbelta moura de seu nome Marialva, por quem um audaz cavaleiro nazareno se tomou de amores.”

Marialva é uma das das mais místicas Aldeias Históricas de Portugal. O património edificado de Marialva não deixa indiferente quem a visita. A Cisterna Quinhentista, as igrejas de S. Pedro e S. Tiago e o solar dos Marqueses de Marialva são alguns dos exemplos do referido património.

Situada num planalto, no topo de um cabeço rochoso, é uma das mais fascinantes cidadelas medievais portuguesas.

Destaque ainda para a gastronomia e para o turismo rural que são referências no panorama nacional e internacional.

Monsanto

Conhecida como “A aldeia mais portuguesa de Portugal”, graças ao estatuto alcançado num concurso do Estado Novo, em 1938, a Aldeia Histórica de Monsanto é realmente um dos lugares mais genuínos do país.

Ergue-se a mais de 750 metros de altitude, numa das maiores e mais impressionantes formações geológicas do país.

Os pedregulhos quase que se confundem com a própria aldeia. Nas construções alguns servem de chão, outros de parede e outros até servem de tecto. Tudo isto transformou de forma harmoniosa, ao longo dos anos, a arquitectura da aldeia conferindo-lhe um misticismo único no país.

Piódão

Localizada em plena Serra do Açor, no Concelho de Arganil, a Aldeia Histórica do Piódão é um pouco diferente das outras Aldeias Históricas de Portugal.

Aqui reina o xisto. O conjunto arquitetónico da aldeia e o seu enquadramento na encosta conferem-lhe uma beleza natural.

A disposição dos edifícios ao longo da encosta, as casas de xisto e lousa e as janelas pintadas de azul proporcionaram-lhe a designação de “aldeia presépio”.

Sortelha

Daqui a vista é deslumbrante. Do alto do castelo do séc. XIII avistamos o vale do Alto Côa em todo o seu esplendor.

Sortelha é uma das Aldeias Histórica de Portugal mais bem preservadas, no que diz respeito à arquitectura medieval do país. O património arquitectónico e histórico é indescritível. Do gótico ao manuelino o melhor é mesmo visitar e explorar.

Bem vindo à Idade Média…

Trancoso

A Aldeia Histórica de Trancoso é cidade desde o dia 9 de dezembro de 2004.

Aqui se desenrolaram algumas das batalhas mais marcantes na formação e independência do reino. Foi uma das mais importantes vilas medievais portuguesas, graças à sua posição estratégica.

Castelo de Trancoso

Trancoso

O espólio judaico é um dos mais importantes do país.

Gonçalo Annes Bandarra, conhecido por Sapateiro de Trancoso foi uma das figuras da literatura nacional do séc. XVI. Sapateiro e profeta messiânico “previu” em verso o futuro do país.

O culto da serenidade no Colmeal CountrySide Hotel

Como o próprio slogan indica “Land of Silence”, a terra do silêncio, foi o local de estima para o acolhimento desta unidade hoteleira tão diferenciadora.

A procura da serenidade é o grande mote para quem escolhe o Colmeal CountrySide Hotel. Ao chegar a Colmeal (aldeia de Figueira de Castelo Rodrigo) encontramos um hotel e uma casa autónoma, imóveis modernos construídos em cima de ruínas. À volta das novos edifícios há alguns restos de habitações de xisto e granito com relva em volta, a céu aberto e com a natureza pura a envolver este local idílico.

Aqui poderá contemplar o céu, as paisagens, os bichos que por ali andam, e fazer um culto ao silencio e à paz de espírito. Aqui só se cruzará com o staff do hotel, visto que a aldeia não é habitada por mais ninguém já há alguns anos. Para os mais interessados neste pormenor tão característico, basta pesquisar no site ou quem o receber na sua estada também o elucidará e contextualizará melhor sobre esta particularidade.

A ida até Figueira de Castelo Rodrigo poderá servir para descobrir rotas gastronómicas (muito atraentes nesta região), as  rotas do descanso, como é o caso do hotel, ou apostar nas rotas culturais e naturais.

Caso opte por conhecer nos próximos meses o Colmeal CountrySide Hotel garantimos-lhe que é a altura perfeita, visto que a região será proximamente pintada pelas cores claras das Amendoeiras em Flor.

Descobrir novos locais

Se estiver com vontade de conhecer outros locais no interior, podemos indicar-lhe que a 30 minutos poderá encontrar: Aldeia histórica de Castelo Rodrigo; Alto da Marofa; Convento de Santa Maria de Aguiar; Igreja de Escalhão (no concelho de Figueira de Castelo Rodrigo); Barca d’Alva (rio Douro); Passeio de barco no Douro; Reserva Natural Faia Brava ou as Termas da Fonte Santa. Soluções é que não lhe faltarão!

Casa dos Poços

Situada em Vilar Torpim, aldeia beirã com mais de 800 anos de história, no concelho de Figueira de Castelo Rodrigo, a “Casa dos Poços”, habitação de turismo rural, surge como um espaço único, paredes-meias com Foz Côa e Espanha, nosso país vizinho.

Envolvida por paisagens cativantes e parte integrante de um património de referência, a “Casa dos Poços”, um segredo pronto a ser desvendado, combina tradição, contemporaneidade e biodiversidade.

Esta casa tradicional implantada em pleno meio rural, de extraordinária riqueza turística, permite um contacto mais directo com as populações, usos, costumes e natureza, revelando todo o imaginário bucólico de uma interioridade que é imprescindível descobrir. O granito, pedra típica das beiras, surge como a matéria basilar desta reconstrução arquitectónica.

O conceito deste espaço passa pela fruição de climatização ecológica por geotermia, com dez quartos temáticos totalmente equipados, dos quais três são duplos, seis de casal e um para pessoas com mobilidade reduzida. Dispõe ainda de uma sala de jogos com bar, sala de conferências, espaços de lazer e relaxamento, bem como sauna, jacuzzi, banho turco e piscina exterior aquecida. Tem condições únicas na região para a realização de “workshops”, reuniões e conferências com capacidade máxima para 30 pessoas, bem como para exposições e realização de festas até 50 convidados.

As bicicletas à disposição dos hóspedes para passeios na região complementam esta experiência revitalizante.

Passeios de burro, pedestres, de barco no Douro, observação de aves, visitas às aldeias históricas vizinhas, bem como actividades de outdoor – tiro ao arco e com zarabatana, paintball, orientação e peddypapper – são outras propostas que a “Casa dos Poços” sugere aos seus visitantes.

Hospedaria do Convento

Na sua origem pertencia ao Reino de Leão, tendo transitado para a soberania politica portuguesa, conjuntamente com toda a região de Riba-Côa, onde se encontra integrado, apenas com o tratado de Alcanizes de 1297. Foi com este tratado que ficaram definidas as fronteiras territoriais do estado português, que permanecem inalteradas até hoje.

O excelente enquadramento geográfico do concelho de Figueira de Castelo Rodrigo onde se situa a Hospedaria do Convento de Santa Maria de Aguiar proporciona ao visitante a possibilidade de conhecer uma região rica em património histórico e natural. A servir de fundo a esta riqueza o Parque Natural do Douro Internacional, um verdadeiro cenário e paraíso de espécies protegidas.

As Aldeias Históricas, nomeadamente a de Castelo Rodrigo, onde os castelos se mantêm como vigilantes adormecidos, onde as suas sólidas e frias paredes sobrevivem ao passar dos anos e séculos, tendo muitas histórias para contar por entre as suas curtas e estreitas vielas.

Completando tudo isto com a herança deixada pelos antepassados, as gravuras rupestres de Foz Côa, hoje património da Humanidade.

Casa da Cisterna

É perfeito para relaxar, apreciar paisagens magníficas e áreas selvagens, enquanto se descobre a história e a cultura da região.

A casa tem 9 quartos, 1 suíte e 1 loft, todos decorados de forma diferente, distribuídos pela encosta de Castelo Rodrigo, em socalcos. Intercalados por um pequeno jardim no nível intermédio e um jardim com uma piscina panorâmica no nível superior, estes espaços constituem óptimas zonas para descontrair e apanhar sol nas espreguiçadeiras, redes e baloiço. E também zonas de estar e de leitura com lareira, para os períodos mais frios

A Casa da Cisterna tem uma área exterior pequena porque o seu verdadeiro terraço é a própria Aldeia Histórica. Dia ou noite, passear e descobrir os segredos do casario antigo é sempre uma fantástica experiência. A partir da sala de jantar, do terraço e da varanda exterior, poderá desfrutar de um pequeno-almoço ou jantar com vista para o casario da aldeia, a colina em frente e o imenso planalto em volta

Aproveite a piscina da Cisterna. Com uma vista deslumbrante e protegida dos ventos dominantes, oferece condições únicas para desfrutar do prazer do sol. Ana e António protegem os burros de Miranda, criando-os. As “Burricadas” oferecem muita alegria a toda a família. Passear no campo com uma bióloga como guia é um privilégio. Aproveite! Nos seus passeios, conte com as cestas de piquenique da Cisterna. Solicite com antecedência e Ana irá fornecer-lhe uma maravilhosa refeição para levar consigo. Não perca uma visita às gravuras de arte rupestre do Rio Côa. Ana é guia oficial e conduz os seus convidados numa experiência nocturna inesquecível.

Casa da amendoeira

De exterior singelo, em materiais típicos da região, o granito e o xisto, obedecendo à arquitetura tradicional, apresenta-nos um interior de excelente construção, proporcionador de uma agradável estadia em ambiente moderno e acolhedor que convida a desfrutar da tranquilidade e da magnífica paisagem de lugares que marcaram a História de Portugal.

A Casa da Amendoeira apresenta uma decoração elegante por toda a propriedade e está localizada em Castelo Rodrigo, uma aldeia histórica. Esta unidade restaurada dispõe de quartos temáticos, instrumentos musicais à disposição dos hóspedes e acesso Wi-Fi gratuito. Encontra-se a cerca de 1,5 km de Figueira de Castelo Rodrigo.

Cada unidade possui uma grande televisão de ecrã plano por cabo, uma secretária e um dispositivo USB para reprodução musical em harmonia com o tema do quarto. A casa de banho privativa tem um toalheiro aquecido e um secador de cabelo. Existem quartos acessíveis a hóspedes com mobilidade condicionada. Todos os quartos possuem um presente de boas-vindas, composto por uma taça com fruta da época.

Os hóspedes podem desfrutar do pequeno-almoço na área de refeições junto à cozinha. Inclui queijo local, chá, café, frutas, carnes frias e compotas. Dispõe ainda de um terraço mobilado no exterior.

Os hóspedes podem usufruir da sala de estar com uma lareira e sofás junto a um piano e uma mesa de jogos. Os hóspedes beneficiam de acesso à piscina de Castelo Rodrigo, localizada a 500 metros, mediante um custo adicional.

A cidade da Guarda está a 57 km da Casa da Amendoeira e a aldeia de Almeida fica a 21 km. A fronteira com Espanha situa-se a menos de 15 km.

Este alojamento é recomendado pela boa relação preço/qualidade em Castelo Rodrigo! Os hóspedes têm mais por menos dinheiro em comparação a outros alojamentos nesta cidade.

A beleza e o requinte natural de Figueira de Castelo Rodrigo

Existem locais que não conhecemos mas que estão recheados de história e costumes. O concelho de Figueira de Castelo Rodrigo é um desses casos.

Pertencente ao distrito da Guarda, este concelho possuí a nível turístico dois grandes pilares do turismo em Portugal; o Douro e as Aldeias Históricas de Portugal. Mas não descorando nenhum tópico, Figueira de Castelo Rodrigo também se encontra inserido na região do Riba Côa, zona conhecida pelas suas amendoeiras em flor e pelos seus extensos olivais.

Pixabay

Pixabay

Encostada à Serra da Marofa, que dá nome a um dos pratos mais ricos e mais apreciados por nós, o borrego da Marofa, é um dos ex-libris desta terra raiana. Este produto que já possuí parceria com a CP (Comboios de Portugal) para que a sua divulgação e degustação seja reconhecida além fronteiras.

Mas a produção da amêndoa ou de azeite são dois marcos incontornáveis da alimentação e dos costumes figueirenses. Existem inclusive turismos de espaço rural dedicados à produção dos produtos endógenos e de promoção do concelho.

Poxabay

Poxabay

Outro ponto de realce são os alojamentos locais. De um soberbo bom gosto, podemos encontrar espaços como a Casa da Amendoeira, a Casa da Cisterna, a Hospedaria do Convento ou a Casa dos Poços. Todos com decorações especiais, com pratos gastronómicos ou atividades diferenciadoras.

A nível natural, o concelho é detentor de um dos locais mais incríveis de Portugal, Barca DAlva, localidade banhada pelo Rio Douro e que já possui zonas vinhateiras. Fazer um passeio pelos campos ou pelo rio é de uma beleza singular.

Barco Douro

No entanto, a Aldeia Histórica de Castelo Rodrigo (aldeia pertencente a Figueira de Castelo Rodrigo), que se situa a  820 metros de altitude é o local indicado para visitar e se maravilhar com a paisagem!

Estas são algumas das riquezas desta terra esquecida na zona raiana, mas que tem muito mais surpresas para lhe oferecer do que imagina.

As experiências renovadas do Vale do Côa

Uma marca de viagens internacional, a Travel + Leisure, distinguiu o Vale do Côa como uma região que está a transformar as experiências na natureza.

Segundo o artigo “por mais de 22.000 anos, os seres humanos têm ocupado esta terra- a arte rupestre do Paleolítico são a prova. Mas nas últimas décadas, os locais históricos foram abandonados, com as pessoas a migrarem para áreas mais metropolitanas”. No Vale do Côa conhecem-se mais de mil rochas com manifestações rupestres, em mais de 70 sítios diferentes, com predomínio das gravuras paleolíticas.

Com o êxodo rural abriu-se espaço para a reflorestação e para o regresso de muitas espécies, tais como, as águias cobreiras, o gado selvagem, cavalos e “com o tempo os lobos ibéricos podem retornar também. Do outro lado da fronteira, em Espanha, há passeios de observação de lobo em curso” declara o artigo.

Mas enquanto isso não é possível, os apaixonados pela natureza podem sempre aproveitar a Reserva da Faia Brava. Este pedaço de terra no leste de Portugal, renovou a filosofia ambiental, de forma a restaurar antigos habitats. Esta reserva engloba um dos núcleos nacionais mais importantes de aves rupícolas e abrange parte da mancha de sobreiros mais extensa do Distrito da Guarda. A última espécie a regressar a este local foi a cegonha preta. Na reserva encontrará atividades como o Birdwatching e passeios pedestres (dentro de trilhos, rotas e percursos).

Abutre - Reserva da Faia Brava

Abutre – Reserva da Faia Brava

Embora grande parte da região esteja rendida às espécies nativas, ainda há muita cultura e história para os viajantes desfrutarem no Vale do Côa. Aqui poderá saborear o vinho das mais deliciosas vinhas que o Douro estimula. Nesta região irá saborear dos melhores azeites, das melhores amêndoas, ou até o melhor borrego.

De alguma forma, numa região repleta de pessoas, uma faixa de terra emergiu como um santuário para a flora e fauna mais resilientes de Portugal.