As Sebastianas são as festas populares da cidade de Freamunde, no distrito do Porto, celebradas em honra do Mártir São Sebastião. É uma festa anual que decorre sempre no segundo fim de semana de julho.

As festas têm cada vez mais importância e dimensão, e contam já com mais de 110 anos de história. Nos últimos anos têm vindo a obter uma maior participação do público, sendo uma atração turística com mais de 120 mil visitantes.

Para quem é da “Terra” as Sebastianas são muito mais do que festas, é o elevar do orgulho Freamundense, é o enaltecer de uma cidade bairrista. Todo o enredo, toda a organização é diferente de qualquer outra festa. Em primeiro cabe a organização da mesma a um grupo de homens que vivam na “terra”. A comissão de festas, que organiza, é nomeada sempre pela anterior, sendo o nome dos festeiros anunciados na missa de festa de domingo.

tapete procissao

As Sebastianas têm um vasto leque de atividades, desde os concertos de música, aos bombos, a marcha alegórica, as celebrações religiosas e fogo de artifício, sem esquecer a tradicional “Vaca de fogo”.

Tem uma noite de bombos, arruada livre com bombos tocados pelos locais e visitantes (sexta feira), e ainda uma concentração de grupos de bombos e desfile integrados na Marcha alegórica de segunda-feira. A marcha, que anteriormente era chamada de “Marcha Luminosa”, possui carros alegóricos, escolas de samba, animações e grupos de bombos. Os carros alegóricos são totalmente feitos em Freamunde, e por Freamundenses, mais propriamente por grupos de voluntários e amigos das festas.

O conceito Sagrado desta festa consiste na missa e na Procissão em honra de São Sebastião que decorre sempre ao domingo. Outra particularidade das Sebastianas é o tapete da procissão, muito típico, em fitas de madeira (aproveitadas das empresas de mobiliário da região) que são pintadas de várias cores, e resultam num extenso tapete, com vários motivos religiosos, espalhado por toda a cidade.

Mariana Sousa

No que toca ao fogo de artifício, tudo é rigorosamente planeado e executado por empresas de pirotecnia. Uma das tradições mais apreciadas, tendo inclusive nascido o conceito pirotécnico de “final à Freamunde”. Para terminar cada noite, como é tradição, a “Vaca de fogo” encerra cada dia de festa (todos os dias). A “Vaca de fogo” não é nada mais, nada menos do que uma estrutura de ferro, com o formato de uma vaca, que é carregada por alguém, e que vais atirando pirotécnica por onde passa.

Mariana Sousa

Nestes dias Tudo pára…Freamunde pára… O trânsito pára… Todos os caminhos vão dar a Freamunde, só as Sebastianas importam! O impacto destas festas já é tão grande e está de tal forma em ascensão, que toda a REGIÃO conhece e não quer perder um único dia destas festas.

AS SEBASTIANAS SÃO O VERDADEIRO AMOR DE QUEM LÁ VIVE… Tudo é feito com amor, tudo é feito a pensar na TERRA NATAL, tudo é feito em prol de FREAMUNDE.

É sem dúvida UM AMOR MAIOR…

Aproveito para lhe deixar ainda o site das Sebastianas para que possa ver o programa deste ano e ainda o Twitter e a página do Facebook das festas para que receba todas as atualizações.