O Minho é uma região muito rica em vivências e cultura. Repleta de costumes, esta zona não o deixará indiferente. Mas para conhecer um pouco das tradições minhotas e de forma rápida não existe melhor local que o Santoínho.

Muito próximo da capital de distrito, a Quinta situa-se precisamente a 5KM de Viana do Castelo, na margem esquerda do rio Lima, próxima da vila de Darque. Quer venha de norte ou de sul o melhor caminho é mesmo a autoestrada A28.

quinta_do_santoinho_1

Santoínho (Câmara Municipal de Viana do Castelo)

No entanto, para desfrutar deste verdadeiro arraial existem épocas específicas, que habitualmente começam no final do mês de maio. Os preços de entrada na quinta não costumam oscilar muito, alterando-se entre os 16 e 20 euros por pessoa.

Aqui encontrará para além da diversão, tradições gastronómicas, populares, culturais e etnográficas minhotas. Para conhecer esta realidade e segundo as informações fornecidas pela própria entidade no site, nos mais de 40 anos de existência, a quinta recebeu mais de quatro milhões de pessoas de todos o mundo, em 2000 arraiais. Só para ter noção da envergadura do arraial, são consumidos em cada arraial (em um dia) 12 mil sardinhas, mil frangos, fêveras de 40 porcos, 600 KG de broa e 2500 litros de vinho branco e tinto! É realmente muita coisa…

Pixabay

Pixabay

O Santoínho abre portas normalmente aos sábados, mas no mês de agosto também há arraiais às terças e quintas-feiras.

A diversão é complementada com a tradicional música portuguesa. Estamos a falar da música popular que todos nós conhecemos e que frequentemente nos obriga a um pezinho de dança. A animação é o mote desta quinta e quem não dança e não come mais vale ficar por casa!

Quando se decidir a ir até à quinta, irá deparar-se com uma verdadeira loucura minhota com espaços ao ar livre, cobertos, com lugares de estacionamento e muito mais! Depois de conhecer o Santoínho certamente que vai querer “montar” arraiais.