5 Locais a Visitar na Região Centro de Portugal

Estes são 5 dos inúmeros Locais a Visitar na Região Centro do País. Há muitos mais, e todos com a mesma qualidade, fica no entanto a nossa sugestão para 5 dias de visita ao Centro de Portugal.

Dia 1

Peniche e o Arquipélago das Berlengas

O Arquipélago das Berlengas localiza-se a cerca de 6 milhas de Peniche e é Reserva Natural da Biosfera da UNESCO desde 2011.  É formado pelas ilhas Berlenga , Estelas e Farilhões.

O Forte de São João Baptista das Berlengas, ou Fortaleza das Berlengas é o ex-libris e vale a pena ser visitado. Quer pelo valor arquitectónico quer pelo valor histórico e pelo papel que desempenhou na linha defensiva da costa portuguesa.

Forte de São João Baptista - Locais a Visitar na Região Centro do País

Forte de São João Baptista – Locais a Visitar na Região Centro do País – ruralea.com

Em Peniche descubra as magnifica praias que por lá existem. Difícil vai ser escolher entre a Praia do Porto de Areia Sul, Praia da Cova de Alfarroba, Praia da Gamboa, Praia de Peniche de Cima, Praia do Baleal Campismo, Praia do Baleal Sul, Praia do Baleal Norte, Praia do Medão / Supertubos, Praia da Consolação, Praia de São Bernardino e Praia do Molhe Leste.

Se sobrar algum tempo neste primeiro dia e, antes da hora de jantar, visite o Museu da Renda de Bilros de Peniche e descubra este precioso artesanato.

Dia 2

Óbidos e Lagoa de Óbidos

A menos de meia hora de distância, cerca de 25km, encontra “a lindíssima vila de Óbidos, de casas brancas enfeitadas com buganvílias e madressilvas”. Óbidos é uma das mais pitorescas vilas do País.

Se lhe apetecer fazer mais um pouco de praia, e se o tempo assim permitir, visite a Lagoa de Óbidos. Por aqui pode praticar algumas actividades aquáticas desportivas ao longo de todo o ano:  Vela, Windsurf, Canoagem, Remo, Kiteboard, Jetski, Ski náutico e Stand Up Paddleboarding.

Caso queira ocupar o tempo de outra forma, diriga-se à Vila. Ver-se-há envolvido num deslumbrante ambiente medieval. A entrada faz-se, como em tempos antigos, pela porta sul (de Santa Maria), embelezada pelos azulejos do séc. XVIII.

Óbidos está envolvida pelas muralhas medievais e no interior pode encontrar o castelo mouro (hoje uma pousada) reconstruído por D. Dinis, a Igreja Matriz de Santa Maria e a linda capela de São Martinho. Fora das muralhas encontra a Igreja do Senhor da Pedra.

Óbidos - Locais a Visitar na Região Centro do País

Óbidos – Locais a Visitar na Região Centro do País – Wiki

Dependendo da época da visita pode participar no Festival de Música Antiga (em Outubro), no Festival Internacional do Chocolate (Março). No Natal, Óbidos transforma-se na Vila Natal.

Dia 3

Coimbra do Fado e dos Estudantes

É com alguma dificuldade que me restrinjo à Cidade de Coimbra neste 3º dia de viagem pelos Locais a Visitar na Região Centro de Portugal. A oferta é tão rica e tão variada que é quase sacrilégio não referenciar por exemplo a Figueira da Foz ou o Mosteiro de Seiça no Concelho de Coimbra. Mas vamos lá…

Em Coimbra encontrará uma parte importante da História de Portugal. Foi a Capital do País até 1255 (antes de Lisboa).

A Universidade de Coimbra é a mais antiga de Portugal e uma das mais antigas do mundo, é Património Mundial da Unesco. Desfrute do espírito académico durante a visita à universidade e aprecie o património arquitectónico. Faça o Circuito Turístico da Universidade de Coimbra .

Relativamente próximo da Universidade vai encontrar a Sé Velha e o Jardim Botânico, um espaço verde com mais de 13ha no coração da cidade de Coimbra, uma iniciativa do Marquês de Pombal.

Vá da Alta de Coimbra até à Baixa da Cidade descendo o Quebra Costas, a simbólica escadaria que liga o Arco da Almedina ao largo da Sé-Velha. Diriga-se ao Parque Verde do Mondego, descanse numa das enumeras esplanadas e  aprecie o Rio Mondego, tantas vezes cantados pelos poetas portugueses.

Se levar os seus filhos visite o “Portugal dos Pequenitos”, se não, visite à mesma… Vai-se sentir genuinamente feliz neste imaginário infantil, onde os grandes monumentos nacionais se encontram replicados em miniaturas.

Arranje tempo para visitar: Aqueduto de S. Sebastião, Arco de Almedina, Carmelo de Santa Teresa, Colégio de Santo Agostinho, Colégio de São Tomás, Fonte Nova, Igreja da Nossa Senhora do Carmo, Igreja de Santa Cruz – Panteão Nacional, Igreja de Santa Justa, Igreja de Santo António dos Olivais, Igreja de São Bartolomeu, Igreja de São Tiago, Igreja do Colégio da Graça, Igreja do Colégio de São Pedro, Igreja do Salvador, Mosteiro de Celas, Mosteiro de Santa Clara-a-Nova, Mosteiro de Santa Clara-a-Velha, Palácio de Sub-Ripas, Pátio da Inquisição, Sé Nova, Seminário Maior, Torre de Almedina e Torre de Anto.

À noite relaxe numa das tabernas da Baixa de Coimbra.

Dia 4

Piódão, a Aldeia Presépio

Apesar do acesso ao Piódão ser um pouco difícil a recompensa é enorme.

Aldeia Histórica do Piódão

Aldeia Histórica do Piódão – Visit Arganil

À chegada somos brindados com uma vista panorâmica lindíssima sobre a aldeia. As casas em xisto, dispostas quase como num anfiteatro meticulosamente planeado, com os telhados de lousa negra e as janelas e portas pintadas de azul, conferem ao Piódão a sua originalidade e unicidade.

Caminhe pela aldeia, que integra a Rede de Aldeias Históricas de Portugal, e desfrute da paisagem, do ar puro e do património arquitectónico que por lá vai encontrar.

Dia 5

A Covilhã e a Serra da Estrela

Para finalizar o nosso trajecto de 5 dias nada como repousar na Serra da Estrela. Aqui a qualidade do ar é única e as paisagens são deslumbrantes.

Pela Covilhã vai encontrar uma oferta gastronómica variada e de qualidade. Aproveite para adquirir alguns dos produtos endógenos que por aqui são comercializados.

Nos últimos anos a Covilhã tem sido noticia pela arte urbana. Aproveite para fazer o circuito pela cidade e apreciar as obras de arte que por lá têm sido criadas. O WOOL, Festival de Arte Urbana da Covilhã tem já provas dadas nesta área.

Arte Urbana da Covilhã

Arte Urbana da Covilhã – CM Covilhã

Se é adepto do turismo de natureza e de aventura então está no sítio certo.

Suba às Torre e desfrute da vista, estará no ponto mais alto de Portugal Continental.