Parque Nacional de Peneda Gerês

Portugal detém apenas um parque com estatuto de nacional, falamos-lhe do Parque Nacional de Peneda Gerês. Criado a 8 de maio de 1971, o Parque Nacional prolonga-se de Castro Laboreiro a Mourela, abrangendo as serras da Peneda, do Soajo, Amarela e do Gerês. Situado no noroeste do território português, aqui encontrará paisagens deslumbrantes.

Para que consigamos entender melhor, um “Parque Nacional uma área que contem maioritariamente amostras representativas de regiões naturais características, de paisagens naturais e humanizadas, de elementos de biodiversidade e de geossítios, com valor científico, ecológico ou educativo.” (ICNF)

Esta classificação teve como intuito a proteção das riquezas naturais existentes e a conservação os ecossistemas.

A classificação teve como objetivo a preservação da vida rural, com aldeias comunitárias, bem como a proteção de espécies únicas como o garrano selvagem ou o cão de Castro Laboreiro. Mas a fauna é tão vasta e tão bem representada no PNPG – Parque Nacional da Peneda Gerês, que caso observe com atenção talvez consiga avistar  corços (símbolo do Parque) ou o seu predador, o lobo ibérico. Mais comuns, são os garranos, pequenos cavalos selvagens frequentemente avistados no parque.

Termas do Gerês

Situadas em pleno centro do Parque Nacional da Peneda Gerês, circundadas por lagos e montanhas de tamanha beleza, as Termas do Gerês agregam elementos únicos.

Inseridas numa unidade hoteleira, as termas do Gerês oferecem-lhe uma paisagem fantástica, presenteiam-no com um hotel muito elegante e confortável, e com um balneário Termal com instalações renovadas e ampliadas, e um modernizado Spa.

A natureza e as águas específicas e terapêuticas do Gerês, tornam este destino o palco ideal para fortalecer forças, recarregar baterias e restabelecer o seu equilíbrio.

Alojamento no Gerês

Inserido numa vasta região que vai do Minho a Trás-os-Montes, e que contempla uma área com 70 290 hectares, vários são os empreendimentos turísticos a que poderá recorrer para conhecer este paraíso natural. Falamos-lhe de imensas localidades muito típicas, tais como Castro Laboreiro, Lindoso, Pitões das Júnias, Soajo, Vilarinho das Furnas, Fafião, Pincães ou Xertelo.

No Gerês poderá usufruir de uma variedade enorme de unidades hoteleiras desde Hotéis, hostels, residenciais, turismo de habitação, tursimo em espaço Rural, pousadas, entre outras. E já que acima referimos as termas do Gerês, aqui destacamos o hotel pertencente às termas, Águas do Gerês – Hotel, Termas e Spa. Unidade hoteleira excecionalmente bem localizada (no centro da vila do Gerês), com quartos modernos e com várias atividades disponíveis aos hóspedes.

Outro caso particularmente bonito é o da Casa Favo de Mel. Um dos melhores e mais concorridos exemplos de alojamento na região, é um local tranquilo com paisagens magnificas, a 5 minutos da Barragem do Alto-Lindoso, que lhe oferece uma envolvente encantadora.

Cascatas e Percursos

Em tons de verde, os terrenos do PNPG são por norma muito montanhosos, atravessados por rios e ribeiras que acabam por se transformar em cascatas. Com inúmeras cascatas naturais e absolutamente maravilhosas, o Gerês é o rei das quedas de água cristalina!

Uma das mais conhecidas é a Cascata Tahiti (nome popular da Cascata Fecha de Barjas). No Gerês, é um dos locais com a paisagem mais encantadora, mas apenas possível de lá chegar a pé ou de mota. Aqui indicamos-lhe como se direcionar até à cascata, bem como as coordenadas GPS.

A Cascata da Portela do Homem, uma piscina natural de águas frias, mas super transparentes, fica entre o concelho de Terras de Bouro e do outro lado, pelo lado Espanhol, em Lobios. Este é outro ponto para visitar, relaxar e aproveitar para tirar muitas fotografias às águas cristalinas da cascata.

Fotografias de Gabriel Gonzáles

Os percursos pedestres aliados às cascatas são um dos ex-libris do PNPG, tendo sido inaugurado no ano passado (2016), em Ponte da Barca, um novo trilho que percorre as margens do Rio Cabril.

“Com apenas de 7,5 quilómetros de extensão e classificado com baixo grau de dificuldade, o trilho percorre coração do Parque Nacional da Peneda – Gerês, dando a conhecer os seus diversos tipos de paisagens, como as zonas rurais, a floresta de pinheiro bravo, urzes e sobreiros ou ainda as margens dos ribeiros, onde abundam musgos, salgueiros negros, vidoeiros e azevinhos.

O percurso tem início na Porta de Lindoso, uma das portas de entrada oficiais do Parque Nacional, onde tem início este percurso pedestre interpretado. Depois de cruzar os caminhos seculares da aldeia, atravessa depois campos de cultivo e levadas de regadio, antes de adentrar pelos meandros florestais próximos das margens do Rio Cabril onde, sobre a Ponte Mona, os participantes podem apreciar toda a beleza desta tão bem conversada galeria ripícola.” (Evasões)

São centenas os percursos pedestres, a cavalo, de jeep ou de bicicleta no universo do Gerês. Mas para lhe facilitarmos a escolha, indicamos-lhe alguns dos percursos elaborados por várias entidades que decorrem nas paisagens rurais de Ponte da Barca.

Praias Fluviais

A área do Parque Nacional faz parte das áreas de influência dos rios Minho, Lima, Cávado e Homem que dividem o maciço granítico nas diferentes serras: serra da Peneda, definida pelos rios Minho e Lima; serra Amarela, definida pelos rios Lima e Homem; e serra do Gerês, definida pelos rios Homem e Cávado.

 

Dentro de todo o território a foz deste rios e as albufeiras são lugares destinados ao uso balnear, mais propriamente praias fluviais não vigiadas e normalmente com poucas infraestruturas.

Fotografia de Gabriel Gonzáles

A Praia Fluvial da Albufeira da Caniçada está situada nos concelhos de Terras de Bouro e de Vieira do Minho, e é um local para descansar ou para praticar vários desportos náuticos como motas de águas, ou passeios de barco.

A mais conhecida é a Praia Ilha do Gerês, situada entre Rio Caldo e a Vila do Gerês. É um dos pontos de atração turística que atrai centenas de visitantes, sendo um local privilegiado para aproveitar o melhor que o Gerês tem. Dispõe de acessos e está bem servida por unidades hoteleiras, bem como de atividades aquáticas.

Se procura algo ainda mais distante e calmo, aconselhamos a Praia da Barca. Localizada na freguesia de Cabril, no concelho de Montalegre, esta praia possui ótimos acessos e estacionamento. Além da praia, há um parque de merendas e uma fantástica vista sobre o rio Cávado.