Os quentes e luminosos vinhos da Beira Interior

Os vinhos da região beirã têm sentido nos últimos anos uma enorme evolução, quer na produção, quer na própria imagem e dimensão dos vinhos.

A região da Beira Interior alberga um combinado de cidades industrializadas e aldeias históricas, planaltos e serras, cascatas e lagoas. Região de forte procura turística, especialmente de inverno devido à queda de neve na grandiosa Serra da estrela.

lagoa-da-serra-da-estrela
Lagoa na Serra da Estrela

Zona de uma riqueza inigualável, aqui encontra gastronomia de requinte, pontos turísticos ímpares, beleza natural generosa e um clima agreste e de extremos. O próprio clima é propício à criação de maravilhas regionais como é o vinho da Beira Interior.  Devido à qualidade e à importância social e económica dos vinhos das Beiras, implementaram-se algumas medidas para a proteção destes vinhos, nomeadamente no reinado de D. João I e de D. João III.

Todavia, os vinhos da região beirã têm sentido nos últimos anos uma enorme evolução, quer na produção, quer na própria imagem e dimensão dos vinhos.

A denominação da Região vitivinícola da Beira Interior é relativamente recente, datada de 1999, zona que estava dividida em três regiões, e que desde então passaram a sub-regiões: falamos da zona de Castelo Rodrigo, Pinhel e Cova da Beira. Esta junção veio alavancar a qualidade do vinho e afirmar assim a região como zona de excelência e qualidade na produção de vinhos. Esta menção acabou por colocar o vinho da Beira Interior no seu meritório lugar, junto das outras regiões vitivinícolas portuguesas.

Com especificidades muito próprias, esta área geográfica destaca-se pelas castas muito características, que no caso das brancas destacam-se a Síria, Fonte Cal, Malvasia e Arinto e, nas Tintas, a Rufete, Touriga Nacional, Touriga Franca e Tinta Roriz.

É através da CVRBI – Comissão Vitivinícola Regional da Beira Interior que a marca ganha mais notoriedade. E uma das apostas nas marcas é a promoção em eventos como o certame “Beira Interior Vinhos & Sabores”. O salão de vinhos realiza-se já nos próximos dias 18, 19 e 20 de novembro, em Pinhel, e contará com degustações, provas gastronómicas, workshops e muitas outras atividades. Esta é claramente a melhor oportunidade para contactar diretamente com os produtores, e vendedores dos vinhos beirões, e conseguir vinhos que muitas vezes não se encontram à venda.

quinta-dos-termos
Quinta dos Termos

Contudo, os vinhos da Beira Interior são mais do que conhecidos do público português. Alguns dos vinhos mais reconhecidos são: a QC- Quinta da Caldeirinha, o Entre Serras, passando pelo Piornos e Quinta dos Termos, a Quinta do Cardo, Quinta dos Currais e o Almeida Garrett.



Fonte do Artigo: http://www.cvrbi.pt/index.php