Aldeias Maravilhas de Portugal

Uma forma sublime de mostrar o nosso país que tanto tem para oferecer  é através de iniciativas como as “7 Maravilhas de Portugal- Aldeias”.

O projeto 7 Maravilhas de Portugal® – Aldeias  teve o apoio institucional do Gabinete do Ministro Adjunto, da Secretaria de Estado do Turismo, do Turismo de Portugal, da UMVI – Unidade de Missão para a Valorização do Interior, do ICNF – Instituto da Conservação da Natureza e Florestas, da Federação Minha Terra, e da Associação Portugal Genial. Iniciativa muito bem conduzida que tem levado até aos portugueses locais lindíssimos e que assim os promovem de forma bastante criativa.

Das 49 aldeias pré-finalistas apenas sete foram à final. Divididas em sete categorias, as aldeias poderiam ser de “mar”, “Aldeias Rurais”, Aldeias Ribeirinhas”, “Aldeias Monumento”, “Aldeias Remotas”, “Aldeias Autênticas” e “Aldeias em Áreas Protegias”.

Aldeias de Mar

Na categoria Aldeias de Mar, estavam selecionadas: Azenhas do Mar (Sintra), Costa Nova (Ílhavo), Ferragudo (Lagoa), Porto Covo (Sines), Porto Moniz (Madeira), Zambujeira do Mar (Odemira), e a grande vencedora Fajã dos Cubres, nos Açores.

https://www.flickr.com/photos/84554176@N00/5081869872/in/photolist-8K4Up7-4nAw9a-8K1Rpe-8K4SSJ-8K1QCR-8K1PZR-8K4TAY-8JPr4h-8JLp88-4nAuU2-4nEynh-8K4US5-8K4TgJ

Fajãs de Cubres

Aldeias Rurais

Sistelo em Arcos de Valdevez, Paderne em Albufeira, Manhouce em São Pedro do Sul, Faial na Madeira, Casal de São Simão em Figueiró dos Vinhos, Cachopo em Tavira e Alegrete em Portalegre foram as concorrentes à categoria rurais, tendo sido eleita em pleno Gerês a aldeia de Sistelo.

Aldeias Ribeirinhas

No Alentejo foram selecionadas três aldeias: Mourão, Escaroupim e Santa Clara-a-Velha. Houve também duas aldeias açorianas, Sete Cidades e as Furnas. Depois temos uma a norte, em Montalegre (Vilarinho de Negrões) e uma ao centro Portugal. Esta última, Dornes em Ferreira do Zêzere foi a vencedora da categoria.

Aldeias Remotas

O plano de fundo para esta iniciativa foi o Piódão, Aldeia Histórica e de Xisto, um exemplo único de conservação e beleza. Por algumas destas características o Piódão foi a grande eleita na grupo das aldeias remotas. As concorrentes eram três no centro de Portugal, nomeadamente Aldeia da Pena, Gondramaz, e claro o Piódão. No concelho de Melgaço estavam duas aldeias selecionadas, a de Castro Laboreiro e a de Branda da Aveleira. A restantes pertenciam ao arquipélago da Madeira (Curral das Freiras) e ao dos Açores (Fajã de São João).

Piodão

Aldeias Autênticas

Portugal é um país autêntico, e as suas aldeias não ficam atrás. Prova disso são as finalistas das aldeias autênticas, em que a vencedora acabou por ser a Castelo Rodrigo, no distrito de Guarda. Contudo as aldeias seleccionadas foram: Aldeia do Xisto de Cerdeira (Lousã), Alte em Loulé, Biscoitos nos Açores, Castelo Rodrigo (Figueira de Castelo Rodrigo), Fontão de Loriga (Seia), Montesinho em Bragança e Podence em Macedo de Cavaleiros.

Aldeias Monumento

Monumentos a céu aberto são os locais portugueses e as concorrentes a esta categoria: Almeida (Almeida), Estoi (Faro), Evoramonte (Estremoz), Idanha-a-Velha  e Monsanto (Idanha-a-Nova), Monsaraz em Reguengos de Monsaraz e por fim Sortelha, no Sabugal. A grande finalista foi Monsaraz.

https://www.flickr.com/photos/loufi/2457315068/in/photolist-4K9oab-MjDRX-G3wJy-PXLPm-Go7zo-JiEwr-MjaCE-dc6dX8-dc6eRE-98SVep-bJdPM8-bvj3TE-4K593z-bvAY3J-bJdURR-4K9rEq-bJdY5z-4K58BP-bvAX47-4K9s2y-bvj9Jw-bvj56o-bvjauJ-4K9oDC-bJdUfX-bJdSXt-soRay6-GomCX-GoinY-PXNa5-G3wf5-9BgGfh-auiNyb-Mjjma-auiNyd-Mjm6c-Mjy7V-bcJts6-auiRfS-MjtPk-Mjqcz-MjmtW-Mjnqk-auiRgs-auiNyJ-MjjVB-auiRgw-auiNym-auiNxE-auiNy3

Monsaraz

Aldeias em Áreas Protegidas

Aldeia das Salinas de Fonte da Bica (Rio Maior), Bordeira em Aljezur, Chão da Ribeira na Madeira, Lindoso em Ponte da Barca, Penedo (Sintra), Rio de Onor em Bragança, e por fim São Lourenço nos Açores. A vencedora desta categoria foi a pitoresca aldeia de Rio de Onor em Bragança.

https://www.flickr.com/photos/mpeinadopa/8724571184/in/photolist-eiCUTD-ehRFBt-eiDjkM-ei6LtH-eiuDx6-eizVKq-eiJZjs-ehWjxU-eibim5-eiJLkd-eicADu-eiurYD-ei5KKX-ehXH47-eiyWwN-eiDpMK-eiyGss-eiJU7U-eiAj5G-eiuM2M-eiz9oL-ei6vZv-ehRQpv-eiABvs-eiuXBZ-uaYKxR-ehRkSM-36C9D-eiThLB-63dYXi-eiUatB-eiUE3r-ehReig

Rio de Onor, Bragança

Região beirã é elite no turismo de saúde

O turismo de saúde está associado à atividade médica, no entanto a vertente de bem-estar da pessoa e a versão turística está cada vez mais na moda.

O foco é sempre a saúde, mas o cuidado com o corpo e a mente é cada vez mais uma preocupação dos portugueses. Muita gente procura este género de turismo fora do país, como é o casa da Tailândia, a Índia ou até o Brasil. No entanto, Portugal é riquíssimo nesta área medicinal. Alguns dos casos mais notórios são os distritos de Castelo Branco e da Guarda.

Em Castelo Branco encontra as Termas de Monfortinho e o H2otel Congress & Spa. Já no distrito da Guarda a oferta é mais alargada, existindo cinco locais de destaque. As Termas de Longroiva e as Termas do Cró, complexos termais de luxo. Mas no mesmo distrito encontra ainda as Termas Caldas da Cavaca, as de Fonte Santa (Almeida) ou o Inatel em Manteigas.

produtos beleza

Todas as unidade termais localizam-se em locais tranquilos e aprazíveis, com contacto direto com a natureza, o que facilita o bem-estar quer físico quer mental. Quase todas a unidades dispõem para além dos serviços terapêuticos, unidades hoteleiras e serviços associados ao mesmo (como é o caso dos restaurantes, bares, etc…) para que a sua estada seja calma e relaxante.

As sete termas indicadas possuem a vertente estética, mas o lado médico não é descorado, existindo serviços como o termalismo clássico, a hidroterapia, imersões, a vapor ou na área das vias respiratórias.

Já não necessita de viajar para outro país ou outro continente. O nosso pequeno Portugal está apetrechado de maravilhas que ainda muitos desconhecem. Neste locais encontrará a paz de espírito que tanto procura.

 

Cantanhede é o centro de atenções nos próximos dias

Se não conhece ou se nunca ouviu falar em Cantanhede prepare-se que a partir de hoje não vai ouvir falar em outra coisa!

Hoje, dia 28 de julho dá-se início a uma das maiores feiras realizadas em território nacional, que teve o seu começo em 1991. A EXPOFACIC (Feira Agrícola Comercial e Industrial de Cantanhede) ao ser criada teve com objetivo transmitir as potencialidades do concelho.

Localizada no distrito de Coimbra, o evento atraí normalmente milhares de visitantes e centenas de expositores. Com uma organização quase irrepreensível, a EXPOFACIC consegue trazer aos portugueses muitas novidades, diversidade e ainda espetáculos musicais variadíssimos e internacionais.

Pixabay

Mas comecemos pelos números e áreas da feira! Com onze setores distintos, o certame mostra-lhe a área comercial, agrícola, automóvel, institucional, a educacional, gastronómica, infanto-juvenil, uma feira popular, os palcos para os concertos, um picadeiro e uma área restrita para demonstrar os municípios de norte a sul do país. Penso que um dia não lhe chegará para conhecer a feira na totalidade. Mas quando se deslocar até lá escolha bem o dia, para que possa aproveitar os melhores concertos deste evento. Com 41 artistas convidados difícil será escolher o dia!

Na área musical encontrará nomes como Boss AC e HMB (já amanhã dia 29 de julho),  Seu Jorge (brasileiro), Ana Moura e Carminho no dia 3 de julho ou até Tony Carreira. É de todo impossível enumerar todos os artistas que passam por Cantanhede, isto porque quatro dezenas de artistas são realmente muitos…

Este certame possuí ainda uma iniciativa diferente, a exposição “O mundo dos dinossauros”, que se tornará a grande novidade este ano e que certamente agradará aos miúdos e aos graúdos. Mas as exposições não se ficam por aqui, existem exposições sobre profissões tradicionais, de flores e aves ornamentais, repteis e anfíbios, de animais e plantas aquáticas ou sobre “o galo de Barcelos”.

Já os bilhetes de entrada na feira variam, sendo o valor para os 11 dias de 50€ (bilhete geral). Já de dia 2 a 5 de agosto o bilhete diário ronda os 9 € e os restantes dias 3.50€.

O preço não será um entrave por isso, o melhor remédio é ir, isto porque a 26ª edição da EXPOFACIC  tem tudo para ser um sucesso!

Deixamos aqui as hiperligações das páginas relativas à feira:

Site oficial- http://www.expofacic.pt

Facebook- https://www.facebook.com/expofacic/?fref=ts

 

 

Pixabay

Duas dezenas de razões para visitar o País Campeão da Europa

Ser campeão europeu acarretou para Portugal muito mais do que prestígio desportivo, este protagonismo vai trazer-nos mais visitantes e uma maior posição no “mapa” turístico. Quem o diz não sou eu, é mesmo o reconhecido jornal “The Telegraph”.

Segundo uma publicação feita pelo prestigiado jornal, existem no mínimo 22 motivos para conhecer o pequeno mas cultural Portugal. A primeira das razões para se deslocar até à “encosta sul” da Europa é para conhecer o Estádio Municipal do Braga. Este centro desportivo é referenciado no artigo devido à particularidade de ser esculpido na pedra, ou seja, é um estádio que não está totalmente fechado, uma singularidade muito engraçada para quem o visita.

Pixabay

Pixabay

A capital portuguesa também não poderia faltar, desta forma, é nos elucidado que a o lado histórico da cidade de Lisboa, juntamente com as suas igrejas e monumentos por vezes pouco contemplados são uma mais valia turística.

Mas como está em voga e não poderia faltar, a cidade do Porto é outra grande razão e um motivo mais que satisfatório para se deslocar até Portugal. No entanto, quem fala no Porto fala em Vinho do Porto e nas suas Caves, bem como no deslumbrante Rio Douro, que ainda se encontra em fase de descobrimento mas que o “The Telegraph” deixa rasgados elogios. Se pertence à faixa das pessoas mais “festeiras” não poderá perder o belo São João, que decorre sempre a 23 de junho na Invicta. O Porto realmente é bastante mencionado, mas a sua livraria, a Lello, famosa devido às histórias do mundialmente conhecido Harry Potter, é o grande mote da sua visita ao norte.

Como pode constatar motivos não lhe faltarão, mas dentro de todas estas razões existem ainda os tão famosos pasteis de nata, o fantástico tempo que normalmente se faz sentir no nosso país, ou a maravilhosa ilha da Madeira, também conhecida pelos mesmos motivos que este artigo, o futebol e o melhor jogador do Mundo, Cristiano Ronaldo.

Pixabay

Pixabay

Portugal vence a medalha de ouro de país a ser visitado devido a sermos um dos países europeus mais acessíveis monetariamente, ou por sermos o Rei das ondas e do Surf. Mas as praias não lhe ficam atrás, e já que estamos  falar de grandiosidade, o referido jornal não se esqueceu de mencionar a “nossa” gigantesca Ponte Vasco da Gama como um motivo para visitar Portugal.

Pixabay

Pixabay

Mas fala ainda das nossa pérolas bem escondidas, os naturalmente bonitos Açores, as históricas cidades de Sintra, Guimarães e Évora. Nesta última cidade realçam a obrigatoriedade da visita à Capela dos Ossos.

A referência aos nossos faustosos hotéis espalhados por todo o território, a vida noturna que enche de brilho o nosso país e os únicos e inigualáveis  bares de fado lisboetas são mais algumas das razões para fazer as malas e vir até cá.

O artigo publica termina com chave de ouro, ao serem incluídas como razões as Piscinas das Marés em Leça da Palmeira e o maravilhoso Museu de Serralves e os seus jardins.

Como pode ler, e quem sabe ver um dia, Portugal é muito mais que Fátima, Fado e o bem dito Futebol!