Começar a falar da maior vila madeiro em Portugal sem antes respondermos a algumas questões não seria correto. Portanto, e sem mais demoras…

O que é um madeiro?

Troncos de madeira aglomerados, tornados numa grande fogueira,  que normalmente é colocada no adro da igreja, onde a população se reúne à sua volta.

Qual a tradição?

Segundo se ouve contar, o madeiro que por norma é acesso no dia 24 de dezembro, em noite de consoada, tem como simbolismo “aquecer o Menino Jesus”.

Locais típicos do Madeiro?

Tradição típica do interior do país, a queima do madeiro é uma celebração da época natalícia, que se realiza sobretudo entre Trás os Montes e o Alto Alentejo, abrangendo localidades dos distritos de Bragança, Guarda, Castelo Branco e Portalegre. É no distrito de Castelo Branco, em Penamacor, que é feito o maior e mais conhecido madeiro nacional.

Vila Madeiro

 

Vila Madeiro

Em 2017, são os rapazes nascidos em 1997 que estão encarregues de fazer acontecer uma das mais antigas tradições raianas, o madeiro. Os rapazes que completam 18 anos, são os responsáveis pela angariação das raízes e troncos de madeira, que depois alimentarão a chama natalícia. Toda esta cerimónia é antecedida de uma arruada, ou se quiserem uma marcha com os “frutos” adquiridos pelos jovens penamacorenses. A madeira é extraída da terra, levada até ao centro da vila, e lá depositada com ajuda de maquinaria como gruas, reboques, e vários tratores. Já longe vai o tempo em que todo o método seria manual e com a força dos rapazes. Mudaram-se os tempos e até a tradição, visto que as raparigas da mesma idade, são igualmente chamadas para a elaboração desta festividade.

Os troncos do madeiro são transportados para junto da Igreja num cortejo que é habitualmente muito participado, e só dia 23 de dezembro, pela meia-noite é que se acende a tradicional fogueira de Natal. Noutros locais do interior português o madeiro é acesso no dia 24 de dezembro, à exceção de Penamacor, que começa um dia antes. Aqui a fogueira, e devido ao seu tamanho, fica com chama durante vários dias.

De facto, é ao dia 8 de dezembro, que a população corre abundatemente à rua para saudar a marcha de tratores e reboques, onde a juventude se empoleira nos troncos, e como manda a tradição, atiram laranjas e cantam acompanhados por concertinas.

 

Programa Vila Madeiro- Penamacor

Em ano solidário, a celebração deste ano tem como mote “Natal na floresta”. Destaque desta festividade vai ainda para os espetáculos, a animação, os presépios vivos, as tasquinhas de gastronomia, os espaços de exposição, o mercado de Natal disponível todos os dias, entre outras atividades. As ruas pela Vila de Madeiro estão bem ornamentadas, com muitas árvores e decorações, e que mostram toda afeição e trabalho de todos os intervenientes.