Lagos: A envolvente cidade algarvia

4 Junho, 2020
Lagos é uma cidade na região algarvia, reconhecida pelas suas muralhas, pelos penhascos e pelas praias de cortar a respiração.

De uma beleza deslumbrante e histórica, aqui encontra-se um excelente destino de férias. A urbe localiza-se mais a ocidente do Algarve, uma região de cenário natural dramático, vasto e de bonitas praias banhadas pelo poderoso Oceano Atlântico.

História

Lagos convida à praia mas também à história da descoberta dos sete mares e dos navegadores portugueses. Portanto, foi em Lagos que o Infante D. Henrique armou as caravelas que alcançaram a costa de África, dando início à epopeia dos Descobrimentos portugueses, e de onde partiu Gil Eanes, o navegador que dobrou o Cabo Bojador e que confirmou ao mundo de que esse mar não era povoado por personagens monstruosas.

Foi também daqui que o rei D. Sebastião partiu para a batalha de Alcácer-Quibir de onde nunca regressou, o que fez com que Portugal perdesse a sua independência para Espanha, só retomada em 1640. O povo, esse, ficou sempre à espera que ele regressa-se montado no seu cavalo branco, numa manhã de nevoeiro, episódio que nunca chegou a acontecer.
Foi também em Lagos, sob as arcadas da Praça Infante D. Henrique, que se realizou o primeiro mercado de escravos da Europa, espaço agora transformado em centro cultural com exposições e venda de artesanato.

Num percurso pelas ruas do centro histórico descobrimos o encanto desta cidade secular, reparando na ornamentação das portas e janelas, nos ferros forjados das varandas e nos pátios muito característicos que garantem a frescura em dias tórridos.

Gastronomia e praias


Uma das maravilhas do nosso país é a gastronomia, e em Lagos não é exceção. Quando passar por cá não pode deixar de se deliciar com o peixe e o marisco, com diversas iguarias como as ameijoas, percebes, ou polvo, as sopas e açordas, ou especialidades como os carapaus e as lulas recheadas. Os doces são outro ponto alto, destacando-se o dom Rodrigo, um doce conventual típico algarvio, Este doce é uma das receitas tradicionais de Lagos, sendo considerado, devido à sua antiguidade, como parte do património cultural da cidade. Uma iguaria de lamber os dedos.

A Avenida dos Descobrimentos, que contrasta com a cidade mais histórica, que nos lembra um local mais citadino, mas que nos ajuda avaliar o recorte da cidade, bem como apreciar a marina cheia de vida e animação. Este itinerário conduz-nos ao mar e às praias, que são das mais bonitas do Algarve, muitas vezes distinguidas por entidades e revistas internacionais. Areais mais reduzidos em tamanho, mas ampliados em beleza, pelo facto de serem banhados por águas transparentes, com rochedos talhados pela erosão que nos fazem sonhar.

Poderíamos falar das 11 praias de Lagos, mas enumeramos a praia da Batata, Pinhão, Dona Ana e Camilo, mais à frente a Ponta da Piedade, o ex-libris da região. São pequenos paraísos de cores vibrantes à espera de serem descobertos.

Comments 0

Leave a Reply