Existem locais que não conhecemos mas que estão recheados de história e costumes. O concelho de Figueira de Castelo Rodrigo é um desses casos.

Pertencente ao distrito da Guarda, este concelho possuí a nível turístico dois grandes pilares do turismo em Portugal; o Douro e as Aldeias Históricas de Portugal. Mas não descorando nenhum tópico, Figueira de Castelo Rodrigo também se encontra inserido na região do Riba Côa, zona conhecida pelas suas amendoeiras em flor e pelos seus extensos olivais.

Pixabay

Pixabay

Encostada à Serra da Marofa, que dá nome a um dos pratos mais ricos e mais apreciados por nós, o borrego da Marofa, é um dos ex-libris desta terra raiana. Este produto que já possuí parceria com a CP (Comboios de Portugal) para que a sua divulgação e degustação seja reconhecida além fronteiras.

Mas a produção da amêndoa ou de azeite são dois marcos incontornáveis da alimentação e dos costumes figueirenses. Existem inclusive turismos de espaço rural dedicados à produção dos produtos endógenos e de promoção do concelho.

Poxabay

Poxabay

Outro ponto de realce são os alojamentos locais. De um soberbo bom gosto, podemos encontrar espaços como a Casa da Amendoeira, a Casa da Cisterna, a Hospedaria do Convento ou a Casa dos Poços. Todos com decorações especiais, com pratos gastronómicos ou atividades diferenciadoras.

A nível natural, o concelho é detentor de um dos locais mais incríveis de Portugal, Barca DAlva, localidade banhada pelo Rio Douro e que já possui zonas vinhateiras. Fazer um passeio pelos campos ou pelo rio é de uma beleza singular.

Barco Douro

No entanto, a Aldeia Histórica de Castelo Rodrigo (aldeia pertencente a Figueira de Castelo Rodrigo), que se situa a  820 metros de altitude é o local indicado para visitar e se maravilhar com a paisagem!

Estas são algumas das riquezas desta terra esquecida na zona raiana, mas que tem muito mais surpresas para lhe oferecer do que imagina.