A Mui Nobre e Sempre Leal Vila de Marvão

No Alto Alentejo, em pleno Parque Natural de São Mamede, fica situada a Mui Nobre e Sempre Leal Vila de Marvão, uma das mais bonitas e pitorescas vilas de Portugal.

Empoleirada em enormes rochedos, no topo da Serra do Sapoio, a mais de 800 metros de altitude, esta enorme estrutura defensiva de muralhas e baluartes, foi desde muito cedo e até ao século XIX preponderante na defesa do País. Marvão participou em todas as guerras de Portugal contra inimigos externos, fazendo parte da primeira linha defensiva do território português.

A beleza arquitetónica e paisagística é realmente extraordinária. Edifícios históricos bem preservados… jardins cuidados… todo o conjunto edificado está em harmonia guardando a singularidade do burgo medieval.

As “ruas entrelaçadas”, repletas de edifícios imaculadamente caiados de branco, são como um labirinto onde para onde quer que se olhe se vislumbra uma preciosidade…as portas e janelas são de arquitetura variada e constantemente embelezadas por flores em vasos suspensos.

A vista? A vista é de se perder na imensidão do horizonte. De um lado Espanha, do outro Castelo de Vide… Há inclusive quem vislumbre a Serra da Estrela bem lá longe no topo de Portugal Continental.

Castelo de Vide desde Marvão

Fortificação Medieval

O caráter singular do património arquitetónico militar da fortaleza de Marvão, é o facto de ele representar aquilo que em terminologia militar se designa por sobreposição de fortalezas. As diversas fases estão bem documentadas, as suas dimensões são gigantescas, a sua localização é ímpar e a conservação é exemplar.

Fortificação Militar - Marvão

Fortificação Militar – Marvão

Vale pelo seu conjunto, no entanto, podemos destacar alguns elementos da fortificação com valor individual: a cisterna grande, dos finais da Idade Média / princípios da Idade Moderna. As Portas de Ródão, Portas da Vila e o Postigo do Torrejão.

fonte: Câmara Municipal de Marvão

Igreja de Santa Maria, Marvão

Trata-se de uma construção gótica, que sofreu várias remodelações a partir do século XVI.

Igreja de Santa Maria - Marvão

Igreja de Santa Maria – Marvão

O portal principal, de granito, voltado a nascente, foi reestruturado no século XVI. Apresenta um frontão interrompido, encimado por uma janela rectangular, ladeado por uma torre quadrangular com dois olhais. O acesso à torre é feito através de escada em caracol de granito, do século XVI.

Interiormente mantém o espaço com três naves separadas por arcadas de pilares a sustentar três arcos redondos, em alvenaria.

É hoje Museu Municipal.

fonte: Câmara Municipal de Marvão

Igreja de S. Tiago, Marvão

Também esta igreja é de traça gótica. O portal é encimado por uma cruz da Ordem de Malta. O interior conserva o espaço primitivo de três naves, onde o retábulo da capela mor, relativamente recente, substitui um antigo de talha.

fonte: Câmara Municipal de Marvão

Sugestões e Curiosidades

Existem muitos mais pontos de interesse que devem ser visitados e que não estão refletidos neste artigo. A oferta gastronómica é variada e aconselha-se. Existem também inúmeros alojamentos de qualidade.

À saída, junto ao Rio Sever, pode ver ainda uma ponte quinhentista. E pode passar numa estrada com um peculiar túnel de árvores.

Marvão foi fundado no século IX pelo árabe Ibn Maruan.

Ficam as dicas.